Remédios com enormes variações de preços em algumas cidades

Variações de 368,90%

Após reajuste de até 12,5% nos preços dos medicamentos, o Procon/MA preparou uma consulta de preços de remédios em seis redes de farmácias da capital São Luís.

A pesquisa foi realizada entre 20 a 30 de junho para ajudar o consumidor a gastar menos no momento da compra.

O reajuste foi confirmado no início do ano pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed), instituição ligada a várias esferas do governo federal.

Durante a consulta do Procon, foram pesquisados preços de medicamentos de diversas classes terapêuticas inclusive analgésicos, antidiabéticos, antitérmicos, ansiolíticos, antiácidos, antianginosos, vasodilatadores, antibióticos, anti-hipertensivos, antialérgicos, expectorantes e antiparkinsonianos, totalizando 20 tipos.

Dentro desses grupos, foram pesquisados 43 medicamentos, sendo que, para cada um, foram analisados dois tipos: um de referência, de acordo com a indicação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), e outro genérico, escolhido pelo preço mais barato, de acordo com a metodologia adotada pelo Procon.

A maior variação de preços foi de 368,90%, referente ao Anti-Hipertensivos Atenolol (Atenol). O maior valor encontrado foi de R$ 46,89 na lojas Extrafarma e o menor preço foi de R$ 10,00 na Farmácia Juliana, no bairro Bom Jesus.

Preços de medicamentos

Foram comparados os preços de medicamentos nas lojas Pague Menos (Renascença), Farmadel (Angelim), Drogaria DinizFarma (Alemanha), Drogaria São Luís (Camboa), Extrafarma (todas as farmacias) e Farmácia Juliana (Bom Jesus).

A segunda maior variação foi de 354%, referente ao remédio Cetoconazol (Nizoral), da classe terapêutica dos antifúngicos e antimicóticos, utilizados contra fungos e micoses. O creme dermatológico de 20g é vendido na Drogaria São Luís a R$ 36,32. O mesmo produto custa apenas R$ 8,00, também na Farmácia Bom Juliana, no bairro Bom Jesus.

Incluindo os remédios mais consumidos como por exemplo o Tylenol (comprimido revestido de 50mg), da classe dos analgésicos e antitérmicos, a variação foi de quase 196%, custando R$ 1,99 na Extrafarma, e chegando a custar R$ 5,89 na Farmadel, no bairro Angelim.

Nos analgésicos e antitérmicos, verificou-se os preços da Dipirona Sódica (Novalgina), Ácido Acetilsalicílico (Aspirina) e do Paracetamol (Tylenol). Este último foi encontrado por R$ 1,99 nas lojas Extrama. Entretanto, o genérico da Aspirina foi identificado por R$ 1,90 na Farmadel, no bairro Angelim.

Não custa lembrar que pesquisar preços em fornecedores diferentes é uma importante forma de economizar, assim como solicitar que, quando possível, o médico prescreva remédios inscritos no Programa Farmácia Popular, além de solicitar o nome do princípio ativo para compra de medicamentos genéricos.

Atualmente a melhor forma do consumidor se proteger dos aumentos abusivos nos preços de medicamentos é usando comparadores de preços e a aproveitar as promoções das farmácias online.

Informações Procon/MA

Site referencia: http://remediobarato.com/